terça-feira, 30 de novembro de 2010

Uma causa nobre, defendida erroneamente.


Pensando, pensando muito, resolvi dizer o que não queria, mas me sinto obrigado a pronunciar sobre esse assunto.
Gays, lésbicas, homossexuais em si, o que vem a sua cabeça quando se ouve essas palavras? Claro, você há de concordar, que surgem frases do tipo “que nojo”, “isso é inaceitável”, “abominação”, “Deus repudia essa prática” e a campeã de todas “eles são promíscuos, um bando de sem noção que busca se aparecer...”, essa é com certeza a imagem que você tem dos homossexuais.
Chegamos a uma era em que a diversidade se mostra, ela está presente em qualquer lugar que se vá e não se limita por religião ou política, ela é uma parte do ser humano. Todavia aparecem alguns gays, que pode ter boas intenções para defender esta causa, mas não tem conteúdo para sustentar um diálogo e também há aqueles que amam aparecer e usam dessa situação para causar polêmica, acham que estão arrasando mostrando as partes de seu corpo, falando besteira e ridicularizando a si próprio. Eles não vêem que estão sendo piadas para tantas pessoas, sendo humilhados, contudo o que importa é entrar em foco, não importa o jeito.
Aí acontece aquela “mobilização” em que o Brasil é recorde de espectadores, a Parada Gay, que parece mais carnaval do que reinvidicação de direitos, onde tudo é liberado, tudo é lícito, eu não tenho nada contra a Parada, muito pelo contrário, acho muito dez e vou para me divertir, está na hora das pessoas decidirem se é uma festa ou uma manifestação, pois as duas com certeza não é, manifestação é coisa séria, é enfrentar líderes e protestar a favor de seus direitos.
Quando vejo alguma figura gay reclamando, dizendo que quer respeito e afins eu penso, por que você primeiramente não se respeita? Por que ao invés de se ridicularizar e querer aparecer não defende de verdade a sua causa, abrace-a verdadeiramente e não se contente com risinhos e aplausos.
A homossexualidade não é uma doença, muito menos problemas espirituais, ela é como a heterossexualidade, não se escolhe, apenas nasce com ela.
Se você heterossexual ler este texto, olhe para dentro de você, isso é um apelo, olhe lá no fundo, relembre quando você foi humilhado por qualquer motivo, veja como é doloroso enfrentar isso, o que você passou algumas vezes os gays passa todos os dias, ainda mais por algo que eles não escolheram.
Você homossexual, está amando o quanto é ridicularizado? Você sabe que a cada dia é um transtorno, um fardo a qual carregar, mais piadinhas, mais gracejos.
O meu conselho vai para todos, você cidadão, antes de defender a sua causa defenda seus valores acima de tudo, pois sem eles, sem o caráter, não temos motivo digno a qual defender, não temos moral para erguer uma bandeira em nossa proteção, não teremos nem força sobre o julgamento que será feito sobre a nossa integridade.

Heliaz dos Santos Shauon.

2 comentários:

Laa Righi disse...

Gostei do texto, mas ele é muito apelativo. Eu não sei se faria assim... Rs
Mas no todo tá ótimo.
Besos

Jana disse...

OI... bom...vc me achou me add no msn, entrei aqui e gostei ja to te seguindo...
Bom, adorei a forma que você escreveu e concordo em parte...

O que a sociedade abomina, não é o GAY, a LÉSBICA, enfim... a sociedade abomina as atitudes... E eu sinceramente abomino também, por isso que NÃO sou a favor da criminalização....
Existe um ditado assim: "Deus aceita o pecador, mas não o pecado"....
Eu aceito, respeito e acho normal a homossexualidade, mas acho chocante, feio, e imoral, os agarramento, as roupas, enfim...
Querendo ou não, nossa sociedade ainda é muito tradicionalista... Eu tive uma educação com alto nível de moral e carater e sou um pouco "quadrada"....
Não aceito algumas coisas....
MAs RESPEITO e isso devemos ter, porque estamos falando de seres humanos....

Um Abraço

Postar um comentário

Blogger news