quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Descubro-te!




Nem que se pense ao contrário ou se julgue de menos, mesmo que não haja sombra do provável, as suas evidências marcaram.
Mesmo que a nuvem da incerteza me envolva ou o alheio parece evidenciar-se, até se o mundo disser o contrário eu sei que as minhas imagens estão cravadas em você.
Eu já me arrependi de não acreditar em mim mesmo, de não dar créditos ao que eu pensava ou sentia, por isso ainda que de sua boca saia o contrário do que sinto, se disserem que eu deva seguir algo que na realidade não me satisfaz não adianta, o crédito de dar certo, de obter êxito ou de fracassar será todo de minha intuição.
O meu peito é ferido por vários sentimentos, minha mente é embargada por emoções estranhas, sinto o que a pessoa sente e posso agradecer, pois fui dotado de uma façanha genial.
Por isso sou convicto de que seu sentimento ainda não morreu, vejo através dos seus olhos, sinto o seu coração pulsar, ainda consigo enxergar que você me ama, não quero você de volta, não por não te amar, pois ainda te amo, mas quem deve partilhar este sentimento lindo, quem deverá tomar a decisão do que é Certo ou do que lhe convém, quem dirá que teremos futuro é você, foi incumbido o direito de abrir meu coração a você, então veja bem o que irá fazer antes que outra pessoa lhe roube a chave e sele os meus sentimentos ao dela, pois a unificação de seres é bela e só é dada para quem tem o compromisso de brotar em meio ao nada o néctar do amor.

Heliaz dos Santos Shauon

1 comentários:

Gustavo Castro. disse...

Adorei seus textos! Parabéns cara!Vou voltar sempre aqui!

Postar um comentário

Blogger news